Secretaria de saúde de Águas Lindas rejeita médico que mutilou mulheres em Manaus

Unknown | 16:51:00 | 0 comentários


Depois que a notícia de que o médico Carlos Cury, acusado de mutilar mulheres durante cirurgias estéticas viria para Águas Lindas de Goiás através do programa “Mais Médico”  do governo federal, o governo municipal através da secretaria de saúde do município resolveu tomar providências e entrou em contato através de ofícios ao ministério da saúde pedindo que a vinda do médico para a cidade fosse anulada, é que houve uma grande rejeição popular quando souberam dos casos das mulheres mutiladas em Manaus.

A prefeitura municipal de Águas Lindas de Goiás enviou a imprensa a seguinte nota de esclarecimento:

 

A Secretaria Municipal de Saúde informa que os médicos vindos para Águas Lindas de Goiás através do Programa Mais Médico, do Governo Federal foram avaliados pelo Ministério da Saúde, portanto o município não participou dessa escolha.

Ao saber por meio da imprensa, que o médico dr. Carlos Jorge Cury Mansilla é alvo de várias denúncias, a Secretaria de Saúde por meio de seu secretário dr. Willem Madison informou ao Ministério da Saúde sobre tais denúncias afim de que as providências cabíveis sejam tomadas. E que no momento o profissional não está atuando na cidade.

Pensando no bem estar, na segurança e no bom atendimento dos pacientes de Águas Lindas, a Secretaria de Saúde informa que todos os procedimentos foram feitos, faltando apenas o retorno do Ministério da Saúde sobre a sua decisão.






Categoria:

Espalhe por aí

0 comentários