Preso bando que roubava gado e caçava animais silvestres

Unknown | 11:25:00 | 1 comentários

Carlos Leal

Policiais militares prenderam um bando de ladrões de gado que agia na região de Girassol, Distrito de Cocalzinho de Goiás, onde também caçavam animais silvestres.


Fazendeiros e chacareiros que vinham sendo vítimas de ladrões de gado se uniram para vigiar a ação dos marginais. Como os roubos eram constantes, as vítimas usaram uma poderosa arma contra os malfeitores, o “número do telefone celular da viatura da PM de Girassol”.

Quando percebeu que algo de anormal estava acontecendo na fazenda vizinha, o gerente da fazenda ao lado observou a movimentação e constatou que chegaram os ladrões que estavam agindo. O gerente conseguiu ver o tipo dos carros dos ladrões e usou imediatamente a poderosa arma que tinha em mãos, “um celular” ligando para o celular da viatura 6065 da equipe do cabo Macedo e cabo Eudes, informando do roubo e que os ladrões estavam em uma Caravan e uma Chevy, também que estavam bem armados.


Os cabos Macedo e Eudes pediram apoio da Patrulha Rural com cabo Ronaldo e soldado Halley, e foram para a BR-070 onde montaram barreira e ficaram a espera dos ladrões. Logo que a Chevy apareceu  fizeram a abordagem prendendo dois homens e duas mulheres ambas com uma criança no colo.

Dentro da Chevy já encontraram pedaços de uma vaca, uma espingarda Flober calibre 22, munições, uma tarrafa e várias seriemas mortas, três delas ainda inteiras e outras já limpas e cortadas em pedaços.




Com a demora da Caravan aparecer, os policiais foram ao encontro dela e logo a localizaram e fizeram a abordagem prendendo mais dois homens. No interior da Caravan encontraram outros pedaços da vaca, uma espingarda de fabricação artesanal, canhões ou trabucos, pólvora, chumbos 3-T, espoletas, cartuchos, machado, facão, serra de serrar osso, facas, sapecador e fogos de artifícios (usados para disfarçar os tiros).


Até a viatura 6053 com o Sgt. Ailson e soldado Castro Filho compareceu para apoiar a operação que era considerada de alto risco, devido informações anteriores sobre o modus operandi dos ladrões, que já agiam na região a bastante tempo pregando terror nos proprietários rurais e seus administradores e caseiros.

Conforme o senhor João Mendes proprietário da vaca, em menos de dez dias foi vitima duas vezes. O senhor Antônio vizinho que avisou a polícia, é  gerente de uma fazenda que também já teve animais roubados, ele disse  que os ladrões nem cortam a cerca, e passam as partes da vaca por cima do arame.  Jesus, que trabalha em uma fazenda da região, contou que seus patrões foram vitimas do bando por várias vezes.  


Para os policiais, não há dúvidas que o bando já vinha agindo na região de Girassol á muito tempo, e não descartam que possam estar envolvidos também em assaltos, mas que isso deverá ser investigado pela polícia civil. Também disseram que o bando não deve ter reagido à prisão,  porque não tiveram tempo, e não por não serem perigosos, pois um deles já tem passagem por assalto e sequestro. Os policiais disseram que a presença das mulheres com crianças é para tentar disfarçar evitando que o veículo seja revistado, mas que isso não cola.

Na delegacia os componentes do bando foram identificados como sendo, Izael Zeferino de Oliveira 32 anos já tem passagens por sequestro e assalto a mão armada, Eronaldo Luiz de Souza 37 anos, Giuelbster de Paula Gonçalves 34 anos e Domingos Gomes Miranda 57 anos. As mulheres não portavam documentos e ainda não tinham sido identificadas, mas conforme os policiais, são integrantes do bando. O Conselho Tutelar foi acionado para receber as crianças.


O bando poderá responder por, roubo, porte ilegal de armas e munições, crime ambiental e formação de quadrilha.   

COMENTÁRIO D REPÓRTER:

Roubar gado pode ser apenas mais uma especialização desse bando criminoso. Com as armas que tinham, esses ladrões precisam ser  investigados quanto a participações em assaltos na região. Também não pode ser descartada a possibilidade de estarem roubando gado por encomenda de algum comerciante de Águas Lindas, já que todos residem em uma favela da cidade. A pronta ação dos policiais militares e a forma como montaram a barreira para interceptar os carros dos ladrões, mostra que nossa polícia é eficaz. Parabéns bravos!

Carlos Leal, sem papas na língua.

Fotos: Gustavo Macedo/TV CMN

Categoria:

Espalhe por aí

1 comentários

  1. Anônimo says:

    Palmas pra polícia! 6 vagabundos a menos. É uma pena que os policiais prendem e 2 semanas depois o juiz manda soltar.