Prefeito de Cocalzinho e vereador de Girassol são repudiados pelo povo

Unknown | 14:48:00 | 2 comentários


Suzana diz que além de só ter uma viatura, as vítimas não estão conseguindo registrar as ocorrências, porque para as autoridades, Girassol é um local tranquilo e pacato como uma cidadezinha do interior, mas que isso não é verdade, todos os dias acontecem cinco a seis  assaltos, afirmando que em oito meses a casa dela foi invadida três vezes, sendo que em uma os ladrões conseguiram roubar vários objetos, na outra só entraram mas não tiveram tempo para roubar e em um dia por volta das 06:00hs da manhã os marginais invadiram novamente a casa dela onde a mesma estava sozinha com as crianças. Disse ainda que por ter apenas uma viatura, muitas vezes o atendimento é demorado facilitando a ação e fuga dos marginais. Também disse que, em Girassol não tem Delegacia por isso as vítimas precisam ir até Cocalzinho para registrar a ocorrência, mas que nem isso está resolvendo o problema, que uma comissão foi falar com o prefeito, mas o mesmo disse que isso não é problema dele. Ela também não poupou um vereador que prometeu defender os interesses de Girassol, mas que depois de eleito só visa seus próprios interesses e que a população que se dane.




Fabiano estava revoltado, pois nem café havia tomado porque os ladrões entraram em sua casa e roubaram vários objetos e até o botijão de gás, que agora não sabe como vai fazer comida pra crianças. Fabiano disse que nem o prefeito de Cocalzinho nem o vereador que foi eleito com os votos dos eleitores de Girassol lembram que eles existem e que agora se escondem dos moradores. Disse também que os policiais militares fazem todo esforço possível, mas são poucos e apenas uma viatura pra combater tanto ladrão.

Mário que é operador de máquinas, disse que a situação de Girassol é crítica, que o abandono por parte dos políticos é total, que o prefeito só se preocupa com Cocalzinho e que o vereador que se diz representante de Girassol só defende seus interesses pessoais. Falou também que o Distrito de Girassol precisa com urgência de mais viaturas da PM e uma subdelegacia da polícia Civil, que serviço pra polícia é que não vai faltar.



Conforme os moradores, o vereador que agora é candidato a deputado estadual, ainda teve a cara de pau de aparecer na manifestação para pedir votos, em que ele e o prefeito foram vaiados.

“Em reunião com a comissão dos manifestantes, o Cap. Pierre se comprometeu a intensificar o policiamento em Girassol. Também ficou acertado uma reunião entre Comissão dos manifestantes, Juíza da Comarca de Cocalzinho, Promotoria Pública e um representante da Prefeitura, para buscar soluções que atendam a comunidade”.




COMENTÁRIO DO REPÓRTER:

Girassol acordou!

Que pouca vergonha, desses políticos que só aparecem na hora do voto. Quando a população de Girassol votou consciente para eleger um vereador, demorou pouco tempo para descobrir que jogou o voto no lixo, pois tal vereador nada mais faz a não ser defender seus próprios interesses. Enquanto isso, o povo precisa se expor para pedir mais segurança para Girassol.

Carlos Leal, sem papas na língua.

Fotos: Gustavo Macedo/TV CMN

Categoria: , ,

Espalhe por aí

2 comentários

  1. Anônimo says:

    é a realidade do entorno de brasilia

  2. Anônimo says:

    Trabalho em girassol como pm e apoio estas pessoas. Esta muito dificil trabalha so tem uma viatura quando esta sai pra atender uma ocorrencia os bandidos toma de conta. To com vcs moradores de girassol