Zika vírus: o alcance real da epidemia no Brasil e como vivem as crianças microcefálicas

Unknown | 15:39:00 | 0 comentários

A repórter Mariana Monteiro entrevistou cientistas, representantes do governo, terapeutas e médicos, e conheceu de perto a rotina das famílias de crianças com microcefalia.


O zika é o grande vilão deste verão. Com o crescimento vertiginoso do número de casos e pelo fato de já haver pessoas contaminadas em 22 países, e até em lugares frios, como a Dinamarca, a Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou a epidemia como uma emergência internacional. 

Já são 3.448 os casos suspeitos de microcefalia causados pelo zika vírus. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, acertou com a presidente Dilma Rousseff a ampliação na cooperação entre os dois países para desenvolver uma vacina contra o vírus. Enquanto isso, se intensificam as ações de saneamento para matar mosquitos e larvas.


Nesta semana, apareceu na cidade americana de Dalas o primeiro caso de zika que teria sido transmitido por meio de contato sexual. Mas qual o alcance real desta epidemia no Brasil? O país está diante de uma geração de microcefálicos? Como vivem as crianças que têm microcefalia? A repórter Mariana Monteiro foi atrás destas respostas entrevistando cientistas, representantes do governo, terapeutas e médicos, e conhecendo de perto a rotina das famílias de crianças com microcefalia.

VEJA A SEGUNDA E ÚLTIMA REPORTAGEM SOBRE O ZIKA VÍRUS CLICANDO AQUI

Fonte: Agência Câmara Notícias / Apresentação – Cláudia Brasil / Reportagem – Mariana Monteiro

Categoria: , ,

Espalhe por aí

0 comentários