Ex-secretário de saúde do governo Hildo tem bens bloqueados pela justiça

Unknown | 17:33:00 | 0 comentários

Doutor Willem Madison da Silva Teixeira foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás por cometer crime de improbidade administrativa


O Ex-secretário de saúde do governo Hildo Dr. Willem Madison teve seus bens bloqueados pela justiça de Goiás depois que o Ministério Público descobriu crime de improbidade administrativa quando foi secretário em 2013. O prejuízo aos cofres públicos foi de mais de R$27 mil reais. A decisão partiu do Tribunal de Justiça de Goiás expedida pelo Juiz de direito Dr. Wilker André V. Lacerda.



Entenda o caso

Em 2013 quando foi secretário de saúde do governo Hildo, Dr. Willem teria alugado um imóvel situado na quadra  102, conjunto B, lotes 01 à 03 no setor 09 (antiga escola São Bartolomeu) no intuito de fazer funcionar um posto de saúde para atender a população daquela região, mas segundo o Ministério Público de Goiás, isso nunca aconteceu, mas os pagamentos dos aluguéis que era na época de R$ 3 mil reais foram pagos todos em dias somando em nove deu um total de R$ 27 mil reais, mas somando com juros e mora o valor já está em mais de R$ 41 mil reais.

Procuramos o ex-secretário Willem, mas não conseguimos falar com ele. A TV CMN tentou falar com o prefeito Hildo do Candango, mas também não conseguimos.

Hoje a saúde de Águas Lindas vive uma de suas piores fases, pessoas que buscam atendimento no Hospital Municipal Bom Jesus demoram para serem atendidos, casos graves de emergência sempre são transferidos por falta de médicos e estrutura, as únicas ambulâncias do SAMU estão cheias de problema segundo informou os próprios socorrista à TV CMN que disseram ainda que os pagamentos sempre atrasam.

Esta semana a TV CMN recebeu várias ligações onde moradores reclamavam que na Secretaria de Saúde não estava tendo balões de oxigênio para os pacientes que usam em casa, essas informações foram confirmadas por funcionária da saúde, mas que o oxigênio já tinha se normalizado neste dia 31 de março.

O Hospital Municipal Bom Jesus hoje foi apelidado por muitos de “Grande Posto de saúde” porque lá não tem médicos especialistas, casos graves de internação não existe, mulheres grávidas não tem o direito de terem seus bebês aqui na cidade por falta de estruturas e outros.

Com informações: Ministério Público de Goiás
Fotos: Da internet / MultiNotícias

Categoria: , ,

Espalhe por aí

0 comentários