Revoltante: Mulher passa mal de frente ao Hospital Bom Jesus e é socorrida depois de 35 minutos

Unknown | 17:37:00 | 0 comentários


Uma cena revoltante aconteceu de frente ao Hospital Municipal Bom Jesus nesta quinta-feira (31), mulher passou mal dentro de um ônibus que vinha sentido Taguatinga – Águas Lindas de Goiás e o motorista resolveu levar diretamente para o hospital da cidade, porém ao pedir socorro aos funcionários de plantão do Bom Jesus, um médico ainda não identificado respondeu ‘’não poderia ir até o ônibus que estava na porta do hospital porque era responsabilidade do SAMU e não dele’’ segundo foi passado pelos passageiros.


Segundo a Ângela responsável pelas imagens, os passageiros ficaram revoltados com a situação de desrespeito com os moradores da cidade que todos os dias saem cedo para trabalhar e quando uma mulher precisou de socorro foi negado. Segundo os próprios passageiros, o socorro só foi feito depois de 35 minutos.
Não é a primeira vez que a TVCMN mostra abuso de poder e falta de socorro de alguns servidores da saúde do município e em questão ao médico que negou socorro ninguém soube informar o nome do mesmo.



Lembramos que Omissão de Socorro é um dos crimes previstos no Código Penal brasileiro, em seu art. 135. É o exemplo clássico do crime omissivo. Deixar de prestar socorro a quem não tenha condições de socorrer a si próprio ou comunicar o evento a autoridade pública que o possa fazê-lo, quando possível, é crime.
Pena/Ação Penal: Pena na forma simples, detenção de 1 a 6 meses ou multa. Se resulta lesão grave, reclusão de 1 a 4 anos. Se resultar morte, reclusão de 4 a 12 anos. Ação penal pública incondicionada.
Fotos: WhatsApp da TV CMN

Categoria: , ,

Espalhe por aí

0 comentários