Crueldade! Uma tragédia anunciada!

Unknown | 12:17:00 | 0 comentários

Duplo homicídio choca Águas Lindas de Goiás e coloca mais a cidade como palco de crimes violentos contra a mulher


Policial Militar do DF (aposentado), é o principal suspeito de ter matado com vários tiros e facadas a ex-esposa e o atual companheiro dela, e depois carbonizados os corpos.
Todos já previam o que podia acontecer, e aconteceu sábado (27/08) no Jardim Pérola-2 por volta das 05:00hs, o que pode ter sido um dos mais cruéis de todos os crimes passionais que já noticiamos acontecidos em Águas Lindas de Goiás.
Tamanha crueldade pode ter sido protagonizada por um sargento reformado da PMDF ex-marido deMilena Barbosa de Melo, 33 anos com a qual tinha duas filhas, de 10 e 15 anos. Conforme informações de parentes e vizinhos o casal estava separado havia a cinco meses, e todas as vezes que ele aparecia, as brigas eram inevitáveis e seguidas de ameaças de morte contra Milena e a seu atual companheiro Antônio Vidal da Silva, 30 anos.



As pessoas que ouvimos foram enfáticas em dizer que também tinham medo porque o ex-PM já foi visto na porta da casa portando arma de fogo.
Alguns policiais disseram que por várias vezes a Polícia Militar foi acionada anonimamente via COPOM, informando da presença do ex-marido de Milena gritando e ameaçando na porta da casa.
Nem mesmo uma medida protetiva com base na Lei Maria da Penha foi capaz de impedir a morte brutal dos professores Milena e Antônio, que foram também queimados dentro do carro que estava na garagem, que só após ser feito e concluído o laudo pericial saberá se já estavam mortos antes de serem queimados ou se foram queimados ainda vivos.
Na parede da casa o assassino escreveu com o próprio sangue das vítimas a palavra, “TRAIÇÃO”, o que levantou suspeita sobre o ex-PM.
As vítimas trabalhavam em uma escola próxima da residência, e muito conhecidos e queridos pela população que estava revoltada.
O ex-PM suspeito não foi localizado e está sendo considerado foragido.
Uma equipe da Polícia Militar composta pelo Cb Moreira e Cb. Santiago, permaneceu no local preservando a cena do crime para realização da perícia técnica.







COMENTÁRIO DO REPÓRTER:
Milena só queria ser feliz ao lado de Antônio, mas o ex-marido se achou no direito de posse que ninguém tem sobre outra pessoa e tirou a vida do casal de professores.
O que toda população espera é que a justiça seja feita e o assassino pague pela barbárie que cometeu, e não seja protegido pela corporação que pertence.
Todos da equipe do Jornal CMN e da TV CMN lamentam a morte do casal deixando aqui suas condolências aos familiares, colegas e amigos dos professores, Milena e Antônio.
Carlos Leal
Fotos: Whatsapp da TV CMN







Categoria:

Espalhe por aí

0 comentários